123-Tem-vaga-em--tweets-14022018

Tem vaga em 140 “tweets”?

Por Carlos Faccina
Sim, e muitas. Uma rápida investigada nos sistemas de busca e você vai ver uma série de empresas que adotaram o miniblog e seus 140 caracteres para anunciar processos de seleção. Em setembro, escolhi o caminho inverso e avaliei em post Um currículo em 140 “tweets” o desafio de contar a vida profissional em tão curto espaço texto. Foram muitas as contribuições de pessoas que fizeram o exercício de resumir a carreira.

Para as empresa, o desafio é menor. A internet é uma das melhores ferramentas para anunciar empregos e medir em tempo real a resposta dos candidatos. O canal leva o interessado para novos links que detalham a vaga e fornecem sistemas de cadastro. A partir dali começa um processo de seleção real, se podemos dizer assim.

O canal de vagas começou envolvendo mais as empresas de Tecnologia e Comunicação, mas agora já é possível encontrar oportunidades para diferentes atividades.

Para o interessado, é só saber seguir o twitter certo, relacionado ao setor profissional, empresa ou canais de vagas de seu interesse.

Um alerta: muito cuidado com o que você escreve no seu twitter.

O selecionador estuda seu histórico de mensagens, os valores pessoais manifestados e relação deles com a crença da organização. Dependendo de seus “livres pensamentos”, a empresa pode nem lhe convocar para uma entrevista pessoal.

Como feito em post anterior, que contou com a participação de muitos candidatos a novas vagas, abro o espaço deste blog para as empresas que queiram enviar os canais de vagas disponíveis em 140 caracteres. Quem sabe, não fazemos aqui bons encontros virtuais transformados em empregos reais.
Compartilhe

Categorias

Assine a nossa newsletter

Fique por dentro dos principais temas em gestão, aprendizado e tecnologia do mercado!

Você também pode gostar