8-O-Blended-Learning-nas-organizacoes-p20102

O Blended Learning nas organizações


1.) Introdução

A pesquisa deste mês buscou identificar como o Blended Learning está sendo utilizado nas organizações brasileiras. Essa modalidade também é conhecida como aprendizado híbrido ou solução mista, e designa a forma de aprendizagem em que os cursos são ministrados através da fusão do ensino a distância e do presencial.

2. Resultados
2.a. Modalidade de treinamento oferecida em maior escala

– 46% das organizações oferecem, em maior escala, o treinamento presencial;
– 18% oferecem a maior parte por meio da internet;
– 10% (cada) optam pelo Blended Learning e pela videoconferência.

2.b. Fatores que contribuem para a adoção do Blended Learning

– 32% dizem que o maior fator contribuinte é a redução na quantidade de viagens dos instrutores; 
– 26% dos participantes dizem que optam pelo Blended Learning por causa de redução no tempo do treinamento presencial;
– 20% acreditam na maior rapidez no atendimento de dúvidas pontuais.

2.c. Blended Learning X Resistências do e-Learning

– 90% acreditam que o Blended Learning é a ferramenta ideal para acabar com o preconceito contra o e-Learning;
– Apenas 10% não acreditam.


2.d. Fatores que impedem a adoção do Blended Learning

– 46% dos participantes afirmam que as barreiras culturais são as responsáveis pelo impedimento da adoção do Blended Learning;
– 24% declaram que o principal fator contrário é a falta de interesse pela alta gerência;
– 22% dizem que isso ocorre por causa do alto investimento em tecnologias para educação a distância.

2.e. Nível de crescimento da modalidade Blended Learning


3. Conclusão

Em junho de 2010, foi realizado pelo portal e-Learning Brasil (www.elearningbrasil.com.br) um levantamento quantitativo aplicado a 55 organizações brasileiras.

O resultado mostra que a modalidade presencial continua sendo oferecida em maior escala em 46% das organizações brasileiras. Em segundo lugar, aparece a modalidade de treinamento pela internet (18%). Outros 13% afirmaram ser o Blended Learning e a videoconferência. Por último, a intranet é utilizada por 6% das organizações.

Do total das organizações participantes, 33% consideraram a redução na quantidade de viagens dos instrutores/multiplicadores como o maior motivador do Blended Learning. O segundo fator, apontado por 22% das organizações, foi a redução do tempo de treinamento presencial. Em terceiro lugar aparece a maior rapidez no atendimento de dúvidas pontuais (20%).

Segundo 90% dos participantes da pesquisa, a combinação de métodos de treinamentos presenciais e eletrônicos pode vencer as resistências enfrentadas pelo e-Learning. Apenas 10% responderam não acreditar que o Blended Learning possa vencer essas resistências.

O hábito dos alunos pelos treinamentos presenciais é um dos principais fatores que impedem a plena utilização do Blended Learning, de acordo com 46% das organizações. O segundo fator apontado por 24% delas é a falta de interesse e de comprometimento da alta gerência.


Compartilhe

Categorias

Assine a nossa newsletter

Fique por dentro dos principais temas em gestão, aprendizado e tecnologia do mercado!

Você também pode gostar