2-Jogos-educativos-aplicados-ao-e-Learning-p2005

Jogos educativos aplicados ao e-Learning Novembro 2005



1.) Objetivo

A pesquisa deste mês buscou identificar qual a importância dos jogos educativos aplicados ao e-Learning nacional.

2.) Metodologia

Foi realizado um levantamento quantitativo no mês de novembro de 2005, por meio do portal e-Learning Brasil (http://www.elearningbrasil.com.br). A análise faz comparação com a mesma pesquisa realizada em outubro de 2003 e novembro de 2004 com as seguintes questões:

  • Você já fez algum curso de e-Learning com jogos educativos ou business games?
  • Qual o nível de retenção do aprendizado alcançado?
  • As avaliações interativas irão substituir as avaliações convencionais?
  • A aplicação de jogos educativos ao e-Learning podem melhorar o desempenho e a capacidade das avaliações em demonstrar o quanto o aluno aprendeu?
  • Onde você considera que os jogos educativos podem ser mais utilizados?
  • Os jogos podem ser empregados para proporcionar informações e praticar habilidades, conferindo destreza e competência?
  • Os jogos educativos contribuem na transformação da avaliação tradicional, de forma que os alunos não se sintam mais pressionados em faze-la, e sim empolgados em aprender algo novo?
  • O modo de pensar gerado pelos jogos educativos está mais adaptado com o mundo atual, onde o envolvimento com jogos eletrônicos começa cada vez mais cedo, do que com o modelo tradicional utilizado na escola?

3.) Características da amostra

A pesquisa consultou 74 organizações nos setores de educação (37%), tecnologia (11%), consultorias (10%), e-Learning (5%), governo (3%), treinamento (6%), entre outras (28%).


4.) Resultados

4.1) Você já fez algum curso de e-Learning com jogos educativos?

Na fase inicial, a pesquisa identificou quantos participantes já haviam feito cursos de e-Learning com jogos educativos. 

O resultado mostra que 68% dos participantes nunca fizeram algum curso de e-Learning com jogos educativos e 30% afirmam ter feito. Embora a maioria dos participantes nunca tenha feito algum curso de e-Learning com jogos educativos, em outubro de 2003 e novembro de 2004, 32% dos participantes já haviam feito algum curso deste tipo.

4.2) Nível de retenção de quem já utilizou jogos educativos

O resultado revelou que 34% dos profissionais consideram ter obtido uma boa retenção do aprendizado; 20% consideram ter obtido média retenção e 46% consideram não ter obtido retenção do aprendizado.

4.3) As avaliações interativas irão substituir as avaliações convencionais?

Para 56% dos participantes, as avaliações interativas irão substituir as avaliações convencionais e 44% não acreditam nessa substituição. A pesquisa realizada em novembro de 2004, indicou que 62% dos participantes acreditam que avaliações interativas irão substituir as avaliações convencionais. Houve uma queda de 6% em comparação com a pesquisa deste mês.

4.4) Desempenho e capacidade de avaliação dos jogos educativos

Segundo 97% dos participantes, a aplicação de jogos educativos ao e-Learning podem melhorar o desempenho e a capacidade das avaliações de demonstrar o quanto o aluno aprendeu e apenas 3% consideram que não.



4,5) Onde os jogos educativos podem ser mais utilizados

A pesquisa revelou que os participantes consideram que os jogos educativos podem ser mais utilizados em: 23%  no incremento da motivação; 23% como método que permite a prática do que foi aprendido; 11% na avaliação do aluno; 27% na fixação de um conteúdo e 16% na desconcentração do aluno.

4.6) Os jogos educativos podem conferir destreza e competência?

Nessa parte da pesquisa, os participantes foram questionados se os jogos educativos podem ser empregados para proporcionar informações e praticar habilidades, conferindo destreza e competência.

O resultado mostra que 94% das organizações acreditam que os jogos educativos podem ser empregados para proporcionar informações e praticar habilidades, conferindo destreza e competência e apenas 6% responderam que não. 

4.7) Os jogos educativos contribuem na transformação da avaliação tradicional?

A pesquisa revela que 92% das organizações acreditam que os jogos educativos contribuem na transformação da avaliação tradicional, de forma que os alunos não se sintam mais pressionados em fazê-la, e sim empolgados em aprender algo novo

4.8) O modo de pensar dos jogos educativos estão mais adaptados ao mundo atual que o modo tradicional de ensino?

Foi perguntado aos pesquisados se o modo de pensar gerado pelos jogos educativos está mais adaptado com o mundo atual, em que o envolvimento com jogos eletrônicos começa cada vez mais cedo, do que com o modelo tradicional utilizado na escola. A pesquisa mostrou que 90% concordam que o jogo educativo está mais adaptado ao mundo atual, enquanto apenas 10% preferem o método convencional.


5) Conclusão

Na fase inicial, a pesquisa identificou quantos participantes já fizeram cursos de e-Learning com jogos educativos. 

O resultado mostra que a utilização de jogos educativos em cursos de e-Learning ainda é um recurso um pouco desconhecido nas organizações, já que 70% dos participantes nunca fizeram algum curso de e-Learning com jogos educativos e 30% afirmam ter feito. Embora a maioria dos participantes nunca tenha feito algum curso de e-Learning com jogos educativos, na pesquisa realizada em novembro de 2004, 32% dos participantes responderam que já haviam feito algum curso deste tipo, houve uma queda de 2% com relação a pesquisa deste mês.

Sobre a retenção do aprendizado, o resultado revelou que 34% dos profissionais consideram ter obtido uma boa retenção do aprendizado; 20% consideram ter obtido média retenção e 46% consideram não ter obtido retenção do aprendizado.

Para 56% dos participantes, as avaliações interativas irão substituir as avaliações convencionais e 44% não acreditam nessa substituição. A aplicação de jogos educativos ao e-Learning podem melhorar o desempenho e a capacidade das avaliações de demonstrar o quanto o aluno aprendeu, segundo 97% dos participantes e apenas 3% consideram que não.

A pesquisa revelou que os participantes acreditam que os jogos educativos podem ser mais utilizados em: 56% no incremento da motivação; 59% como método que permite a prática do que foi aprendido; 34% na avaliação do aluno; 69% na fixação de um conteúdo e 30% na desconcentração do aluno.
Os participantes foram questionados sobre a utilização de jogos educativos para proporcionar informações e praticar habilidades, conferindo destreza e competência. O resultado mostra que 98% das organizações acreditam que os jogos educativos podem ser empregados para proporcionar informações e praticar habilidades, conferindo destreza e competência e apenas 2% responderam que não.

Na pesquisa realizada em outubro de 2003, 83% dos participantes responderam que os jogos educativos contribuem na transformação da avaliação tradicional, de forma que os alunos não se sintam mais pressionados em fazê-la, e sim empolgados em aprender algo novo. Foi constatado um aumento de 9% na pesquisa deste mês, chegando a 92%.

Compartilhe

Categorias

Assine a nossa newsletter

Fique por dentro dos principais temas em gestão, aprendizado e tecnologia do mercado!

Você também pode gostar