6-Atividades-tarefas-e-praticas-do-e-Learning-nas-organizacoes-brasileiras--p2007

Atividades, tarefas e práticas do e-Learning nas organizações brasileiras


1. Introdução

A utilização do e-Learning já é freqüente nos modelos de aprendizagem das organizações dos países desenvolvidos e em desenvolvimento pelo mundo. Ele se consolida como realidade operacional em grandes e médias empresas do Brasil.

O Brasil, apesar de seu crescimento tecnológico e da mudança de mentalidade a respeito das novas tecnologias, ainda possui alguns fatores convergentes para um investimento maciço das organizações que aqui atuam.

Diante deste cenário, essa pesquisa identificou quais as atividades, tarefas e práticas mais ocorreram nas organizações brasileiras no período de 1º de junho de 2006 a 30 de junho de 2007.

2. Objetivo

A pesquisa nasce como conseqüência do interesse do Portal e-Learning Brasil em identificar as atividades, tarefas e práticas que mais ocorreram nas organizações brasileiras para informar a realidade da área para sua comunidade.

Em virtude dos desafios estratégicos das organizações brasileiras, o Portal e-Learning Brasil se propôs a realizar essa pesquisa com o objetivo de identificar as atividades, tarefas e práticas que mais ocorreram nas organizações brasileiras na semana de 7 a 14 de agosto de 2007.


3. Metodologia

Foi realizado um levantamento quantitativo no mês de agosto de 2007, por meio do portal e-Learning Brasil (www.elearningbrasil.com.br), aplicado a 150 organizações brasileiras. A análise abordou o tópico:

· As atividades, tarefas e práticas que tiveram ocorrência de 01 de junho de 2006 a 30 de junho de 2007.


4. Características da amostra

A amostra analisada possui uma distribuição variada de organizações pertencentes a 5 regiões brasileiras: região sudeste (55%), sul(19%), nordeste (12%), centro-oeste(10%), norte(3%).


A pesquisa consultou 150 organizações, nos setores de educação (38%), tecnologia e consultoria (9% cada), treinamento, produtos industriais e bancos( 6% cada), e-Learning (5%) entre outras.



A maioria das organizações (38%) possui um quadro de funcionários com menos de 100 integrantes, 20% possui de 101 a 500 colaboradores e 41% possui mais de 501 colaboradores. Confira o gráfico detalhado:

Outros tópicos analisados pela amostra:

a) O tipo de organização em que o pesquisado trabalha.

 

b) Seu papel na organização.


c) Em que departamento atua.

 

4. Resultado

Desenvolvimento de cursos rápidos em e-Learning e Crescimento da equipe interna responsável pelo e-Learning, essas foram as alternativas mais citadas entre as organizações participantes da pesquisa. Com 7% cada item, as empresas destacam o crescimento do e-Learning no país, pois investem na equipe de treinamento via internet e no desenvolvimento de cursos através desse método. Abaixo você confere o gráfico completo.


5. Conclusão

Em virtude dos desafios estratégicos das organizações brasileiras, o Portal e-Learning Brasil se propôs a realizar essa pesquisa com o objetivo de identificar as atividades, tarefas e práticas que mais ocorreram nas organizações brasileiras no período de 1º de junho de 2006 a 30 de junho de 2007.

A amostra analisada possui uma distribuição variada de organizações pertencentes às 5 regiões brasileiras: sudeste (55%), sul(19%), nordeste (12%), centro-oeste(10%), norte(3%).

A pesquisa consultou 150 organizações, nos setores de educação (38%), tecnologia e consultoria (9% cada), treinamento, produtos industriais e bancos( 6% cada), e-Learning (5%) entre outras.

A maioria das organizações (38%) possui um quadro de funcionários com menos de 100 integrantes, 20% possui de 101 a 500 colaboradores e 41% possui mais de 501 colaboradores.

A utilização do e-Learning já é freqüente nos modelos de aprendizagem das organizações dos países desenvolvidos e em desenvolvimento pelo mundo. Ele se consolida como realidade operacional em grandes e médias empresas do Brasil.

O Brasil, apesar de seu crescimento tecnológico e da mudança de mentalidade a respeito das novas tecnologias, ainda possui alguns fatores convergentes para um investimento maciço das organizações que aqui atuam.

Diante desse cenário, o ‘Desenvolvimento de cursos rápidos em e-Learning’ e o ‘Crescimento da equipe interna responsável pelo e-Learning’, foram as alternativas mais citadas entre as organizações participantes da pesquisa. Com 7% cada item, as empresas destacam o crescimento do e-Learning no país, pois investem na equipe de treinamento via internet e no desenvolvimento de cursos através desse método

Compartilhe

Categorias

Assine a nossa newsletter

Fique por dentro dos principais temas em gestão, aprendizado e tecnologia do mercado!

Você também pode gostar