uma pessoa cadeirante no ambiente corporativo

ACESSIBILIDADE E EDUCAÇÃO: ENTENDA MELHOR SOBRE ESSA RELAÇÃO

A relação entre acessibilidade e educação é importante para a promoção e o compartilhamento de conhecimento. Não é à toa que existe a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/2015). 

Em resumo, a acessibilidade é um conjunto de ações efetivas para que pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida tenham condições de usarem um recurso com autonomia e segurança. No âmbito educacional, o conceito é essencial para que todos possam, de fato, aprender, considerando as suas particularidades. 

Neste post, você confere como a união entre acessibilidade e educação rompe barreiras, promove a inclusão na empresa e gera outros benefícios no contexto corporativo. Aproveite a leitura! 

ESTIMULA A COLABORAÇÃO NA EMPRESA 

O primeiro reflexo positivo que podemos ver da relação entre acessibilidade e educação nas empresas é o estímulo à colaboração. Um ambiente acessível serve como exemplo para os seus colaboradores que não se enquadram como pessoas com deficiência. Muitas vezes, por não vivenciarem determinada situação, as pessoas deixam de agir com gentileza. 

Quando a sua empresa implementa essa filosofia, além de incluir os colaboradores com deficiência, está educando e conscientizando os demais. Assim, a cultura de acessibilidade é fortalecida e os seus talentos começam a praticar mais a colaboração, a empatia no dia a dia. 

OTIMIZA O CLIMA ORGANIZACIONAL 

Hoje, um dos fatores cruciais para que talentos escolham uma empresa onde trabalhar, e permanecer nela, é a qualidade do clima organizacional. Mais do que benefícios corporativos, os profissionais das gerações Y e Z almejam qualidade de vida. Além disso, eles têm em comum o compromisso com seus valores. 

Assim, são pessoas ligadas a pautas sociais, como a própria inclusão e diversidade, e a aspectos sustentáveis como um todo. Levando em conta que essas gerações são seus talentos, fornecedores, investidores e clientes, é necessário conhecer o comportamento delas para garantir que a sua empresa está caminhando na inovação das mudanças sociais. 

Ao investir na relação entre acessibilidade e educação corporativa, a sua marca empregadora conquista um clima organizacional positivo — em que as pessoas têm autonomia e a sua individualidade respeitada. Para mensurar esse aspecto, a dica é aplicar o eNPS (Employee Net Promoter Score, ou Índice Líquido do Colaborador Promotor). 

MELHORA OS RESULTADOS CORPORATIVOS 

Se a sua empresa está com um clima organizacional positivo, há mais chances de reduzir o turnover (rotatividade de colaboradores) e, consequentemente, os custos operacionais. Aliás, essa não é a única frente que promove redução de custos: colaboradores bem treinados diminuem a incidência de retrabalho e são mais produtivos. 

Além disso, ao promover a acessibilidade nos espaços físicos e digitais da sua empresa, os seus talentos da categoria PCD podem exercer suas atividades com autonomia. No dia a dia, a relação prática entre acessibilidade e educação reflete diretamente na performance financeira do negócio. 

Acessibilidade e educação devem estar juntas tanto no contexto dos espaços físicos como nos recursos tecnológicos, já que a inovação tem ligação direta com os pilares de diversidade e inclusão nas organizações. Para colocar isso em prática, sua empresa precisa contar com quem é referência em transformação digital e educação. 

Então, que tal conhecer o Instituto MicroPower? Entre em contato conosco para entender como ajudamos diversos negócios a usarem a inovação em prol da educação, da capacitação e da qualidade de vida dos seus talentos. 

Compartilhe
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Categorias

Assine a nossa newsletter

Fique por dentro dos principais temas em gestão, aprendizado e tecnologia do mercado!

Você também pode gostar