7-Expectativas-e-Barreiras-na-Implantacao-do-e-Learning-p2001

Expectativas e Barreiras na Implantação do e-Learning



Na pesquisa realizada entre o final do mês de Maio e a primeira quinzena de Junho, perguntamos à comunidade do e-Learning Brasil quais suas maiores expectativas e as maiores barreiras durante a implantação do e-Learning.

Cada participante forneceu um valor ou peso para cada item relacionado, e através das respostas de todos, foi possível obter um ranking de barreiras e de expectativas.

De acordo com os resultados da pesquisa a maior barreira na opinião dos participantes é o investimento em software, e a menor os custos para aquisição de conteúdos prontos. Confira o ranking de barreiras abaixo:

Ranking de Barreiras Segundo o Mercado Brasileiro

1. Investimento em software
2. Investimento em administração
3. Nível de preparo dos funcionários
4. Investimento em Infra-estrutura
5. Custos com consultoria
6. Resistência por parte da organização
7. Resistência por parte dos funcionários
8. Desenvolvimento interno de conteúdos
9. Identificação de oportunidades
10. Detecção de necessidades
11. Aquisição de conteúdos
Fonte: e-Learning Brasil Pesquisa

Em pesquisa realizada na América do Norte (Estados Unidos e Canadá) pela Skillsoft no primeiro trimestre de 2001, as 5 maiores barreiras para a implantação do e-Learning são:

Ranking de Barreiras Segundo o Mercado Norte-Americano

1. Investimento em software
2. Investimento em Infra-estrutura
3. Detecção de necessidades
4. Identificação de oportunidades
5. Resistência por parte dos funcionários
Fonte: SkillSoft

Além da preocupação com os investimentos em software, e da necessidade de investir em infra-estrutura, os profissionais norte-americanos também mencionaram o fato de suas organizações não terem um orçamento destinado exclusivamente para o e-Learning, o que também é muito comum aqui no Brasil, aonde o e-Learning é uma modalidade bastante recente.

Em ambas as pesquisas, a resistência por parte da gerência não ficou entre as principais barreiras, o que demonstra que a maioria das organizações tem mostrado interesse e abertura para discussões sobre o tema, o que portanto não preocupa tanto os participantes das pesquisas.

Quanto à detecção de necessidades, os profissionais americanos se mostram mais preocupados com a missão de encontrarem as reais necessidades e até mesmo as oportunidades para suas organizações, do que os profissionais brasileiros. Enquanto na América do Norte, esta barreira ocupa o terceiro lugar, no mercado brasileiro a detecção de necessidades ocupa o décimo lugar. Com base nestas estatísticas, é possível dizer que a maioria dos profissionais brasileiros se considera bem preparada para definir as tarefas e os objetivos de seus projetos, enquanto os americanos consideram esta missão um pouco mais complicada.

Com relação às expectativas, a grande motivação para a adoção do e-Learning segundo os participantes é a redução de custos com viagens, hospedagem e transporte. Em último lugar ficou o aumento das vendas. Confira o ranking:

Ranking de Expectativas Segundo o Mercado Brasileiro

1. Redução de custos de viagens
2. Aumento da audiência
3. Redução de custos internos
4. Maior rapidez no processo
5. Maior permanência dos treinandos nos postos de trabalho
6. Novas oportunidades de negócios
7. Maior permanência dos experts nos postos de trabalho
8. Novas oportunidades de negócios
9. Maior envolvimento de parceiros, fornecedores e clientes
10. Aumento das vendas
Fonte: e-Learning Brasil Pesquisa

As três maiores expectativas levantadas junto aos profissionais de treinamento e educação dos EUA e Canadá foram: melhoria na qualidade do treinamento, redução de custos de viagens e maior permanência dos treinandos nos postos de trabalho.

Com base em ambas as pesquisas, a redução de custos com viagens é a principal expectativa de quem hoje procura estudar e implantar o e-Learning. Por outro lado, o mercado americano está mais ansioso com a melhora na qualidade do treinamento do que o brasileiro. Segundo a pesquisa do e-Learning Brasil, a melhoria na qualidade do treinamento ocupa o sexto lugar no ranking de expectativas, contra o primeiro lugar na pesquisa norte-americana.


Compartilhe

Categorias

Assine a nossa newsletter

Fique por dentro dos principais temas em gestão, aprendizado e tecnologia do mercado!

Você também pode gostar